As puncionadeiras são equipamentos utilizados na usinagem de metais que surgiram antes das máquinas laser e conseguiram substituir operações realizadas pelas prensas. As puncionadeiras se mostraram mais flexíveis que seus similares como as prensas, podendo rapidamente cortar a chapa no formato desejado e sem a necessidade de construção de um estampo.

O que é uma puncionadeiraO modelo em questão é uma máquina utilizada para alterar a forma de um determinado metal, de forma específica para que se possa ser cortado. Normalmente, uma amostra de metal é trabalhada através da puncionadeira, como forma de preparo para o restante da operação, ou até mesmo como etapa permanente de trabalho. Existem diversos tipos de máquinas de perfuração, que se estende a simples estampagem, estampagem profundo, entre outros modos de perfuração, onde os grampos da máquina são colocados para baixo sobre o metal e os cortes são realizados conforme predeterminado. Estes dispositivos podem ser utilizados para diversas finalidades, como na fabricação de peneiras industriais e dispositivos agrícolas.

Em alguns casos, o equipamento pode realizar operações de corte e ejetar a peça de metal em apenas uma etapa. Outras peças podem exigir várias etapas de trabalho, a fim de ser completamente formada ou cortada. Neste caso, o processo é chamado progressivo, porque cada estação de trabalho equivale a uma etapa da operação e passo a passo até que se alcance a conclusão da tarefa. Uma máquina deste porte pode ser uma máquina simples, pequena e que pode ser operada manualmente, ou pode ser muito grande, complexa, e operada por comandos numéricos computadorizados (CNC). Neste caso, um computador é programado para operar este dispositivo de acordo com a peça que se deseja obter no final do projeto.

Puncionadeira

Configurá-las pode ser uma operação um pouco lenta.

Tanto as puncionadeiras pequenas como as grandes, partem do mesmo princípio, onde um conjunto dado é utilizado para ajudar a completar a tarefa, embora a utilização dos equipamentos de grande porte sejam capazes de apresentar um modelo de operação mais complexo. Um conjunto de moldes consiste de punções e matrizes que se complementam. Quando estes são pressionados juntos através do maquinário em si, a peça de metal é moldada ou cortada na forma desejada. Ambos os modelos requerem um operador para a concepção do conjunto de moldes e para preparar a máquina de forma que o resultado final seja obtido de forma satisfatória.

Configurá-las pode ser uma operação um pouco lenta. No entanto, este tipo de equipamento é utilizado para a produção de alto volume, com tempos de ciclo de medição que giram em torno do número de partes criadas por segundo. Depois que o equipamento esta configurado, um operador pode facilmente monitorar o progresso e continuar a operação. De fato, um operador pode monitorar as operações normalmente em toda etapa de funcionamento deste dispositivo sem maiores problemas, o que resulta em uma relação custo x benefício muito vantajosa e eficaz para a formação de metal.

Os recursos deste equipamento são descritos de acordo com sua tonelagem. Uma puncionadeira de dez toneladas é considerada uma pequena unidade, enquanto uma de 60 toneladas é comumente utilizada em indústrias de processamento de metais. Determinar a tonelagem necessária para trabalhos específicos é geralmente simples, pois certos materiais requerem uma tonelagem específica para processar.